Mostra nacional vai exibir vídeos de intervenções e performances em Alagoas

Foto: “Rito”/Divulgação

 

As cidades alagoanas de Maceió e Palmeira dos Índios vão receber, entre os dias 8 e 11 de abril, a Mostra Nacional de Vídeos Intervenções e Performances (Mostra IP), que também será realizada, nesse período, em outras 27 cidades brasileiras. Aqui no estado, as atividades da mostra estão sendo produzidas pelo coletivo Careta.

Pam Guimarães é uma das integrantes do grupo e fala sobre a construção local do evento, que tem como grande objetivo ampliar o acesso do público alagoano aos vídeos nacionais.

“As sessões da mostra audiovisual e as atividades performáticas, assim como uma oficina voltada à preparação de atores, acontecerão em diversas localidades, como escolas e universidades públicas, e serão abertas ao público. Isso se torna possível devido ao apoio de artistas, que apresentarão seus trabalhos, e de algumas instituições, que estão cedendo os espaços para as ações”, esclarece a integrante do coletivo Careta, que também é videomaker e performer.

A Mostra IP nasceu em 2008, na cidade do Crato (CE), a partir da iniciativa do coletivo Camaradas. Suas primeiras edições aconteceram nessa cidade e em municípios circunvizinhos, mas em 2015 o evento se tornou uma ação colaborativa entre coletivos de várias partes do país e estará presente em 14 estados.

A Atriz e performer Cíntia Lima comenta que a Mostra IP é uma das poucas iniciativas nacionais voltadas especificamente à difusão de vídeos de intervenções e performances.

“Acredito que a mostra seja a única que, além de permitir a divulgação do discurso desse tipo de arte também para cidades afastadas das regiões metropolitanas das capitais, criou uma rede que possibilita o intercâmbio entre artistas de todo o país”, ressalta a performer e codiretora de “Rito” (coletivo DALE, PE, 2014), um dos 66 vídeos selecionados para a mostra.

_

Confira a Programação da Mostra IP em Alagoas:

Exibições de vídeos (Maceió), sempre a partir das 14h, com término às 16h

Dia 8 – Universitário CESMAC – Campus Iris II – Farol – Sala 26.
Dia 9 – Espaço Cultural Salomão de Barros Lima – Praça Visconde de Sinimbu, 206. Centro.
Dia 10 – Escola Estadual Tavares Bastos – Praça Centenário – Farol.

Exibições de vídeos (Palmeira dos Índios), sempre a partir das 14h, com término às 16h

Dias 8 e 10 – Centro de Atenção Psicossocial Dr. Osvaldo Silva – Rua Ozório Horácio – s/n – São Francisco.

Outras atividades (No dia 11, no Museu Théo Brandão, em Maceió)

9h-12h – Oficina “Laboratório de Criação”, com Karina May (para se inscrever, enviar e-mail com dados pessoais, contatos e carta de intenção para caretacoletivo@gmail.com).

14h-18h – Performances (“Amor”, por Manoel Victor; “Entre” e “23”, por Vitor Leão; “Corpo Para-choque”, por Alex Apolonio; “Jix”, por Jorge Schutze; “Impressões”, por Henrique Nagape; “Tiro Excessos”, por Pam Guimarães e “O que te sufoca”, por Wanderlândia Melo e Joesile Cordeiro).

 

Por Amanda Duarte (Audiovisual Alagoas)

Sobre Amanda Duarte
Colaboradora.